• EQUIPE LABDESPERTAR

Você sabe o que é Reiki?

Muitos chegam até mim curiosos e ao mesmo tempo receosos, por medo de Reiki ser algo ligado a alguma religião, magia, ou espíritos. Mas o princÍpio reiki nada tem a ver com ritos religiosos, mas sim com a energia vital que todo ser vivo possui (em japonês tal energia chama-se Ki) cujo, o reikiano aprende a manipular, para que haja relaxamento, harmonia psíquica e organização energética. O que auxilia seres humanos (animais e plantas também) em seus processos de cura em vários âmbitos do ser, desde aceleração da cura do corpo até o mental e sentimental.


A HISTÓRIA


Técnica foi decodificada pelo monge Mikao Usui que viajou por todo o Japão, China e Europa em busca de conhecimento, em 1914, sentindo que a sua missão ainda não estava clara, Usui voltou ao Monte Kurama e iniciou um retiro onde jejuou, cantou, orou e meditou. No final do retiro, em março de 1922, Mikao Usui teve a sua experiência de Satori (Iluminação) onde aprendeu a forma correta de utilizar a energia vital (ki) para a cura, sem ficar desvitalizado. Ao retomar à consciência ele sabia como utilizar e ensinar a técnica e tinha na sua mente todas as ferramentas para tal: Os símbolos sagrados e codificados de Reiki. Usui aplicou então a técnica em si próprio e depois na sua família, tendo aberto em Abril de 1922 a escola que ainda hoje existe, Usui Reiki Ryoho Gakkai, em Tókio.


Por ocasião de um grande terremoto, Usui e seus alunos foram para as ruas socorrer as pessoas e aplicar a técnica. Em reconhecimento pelo grande trabalho executado, Usui recebeu uma comenda da família real. A partir daí, pessoas de destaque da sociedade, inclusive da Marinha Japonesa, passaram a se interessar pela técnica, tendo Usui iniciado Mestre três importantes oficiais da Marinha, um dos quais seria responsável pela difusão da técnica, mas foi graças a uma mulher chamada Hawoyo Takata, que hoje temos o Reiki disponível em nosso hemisfério, a contra gosto das autoridades japonesas que queriam que a técnica permanecesse apenas no Japão.


O REIKI NOS HOSPITAIS


Hoje essa técnica denominada Reiki, é aplicada em vários hospitais pelo mundo, contando também o Brasil, assim como a Homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura, medicina antroposófica, plantas medicinais e fitoterapia e termalismo social/crenoterapia, arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga. Entre hospitais renomados, está o Hospital Sarah Kubitscheck em Brasília, um dos mais modernos e aparelhados da América do Sul. Segundo a Associação dos Mestres e Terapeutas Reiki, de Brasília, a técnica é reconhecida pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão como “Práticas Integrativas e Complementares em Saúde Humana, Serviços de Reiki. Há quatro níveis de aprendizado em Reiki e a partir do Nível II o praticante se torna profissional. A Secretaria de Saúde de Fortaleza, Ceará, tem vários projetos onde Reiki é aplicado em centros de saúde comunitários da Grande Fortaleza.


Para aqueles que possuem o entendimento do ser em espirito, é possível usar o reiki como ferramenta de proteção, desbloqueio, autoconhecimento, limpeza karmica e até mesmo em regressões (sendo este ultimo muito delicado, e deve ser feito apenas por aqueles que possuem o MESTRADO em reiki sob uma avaliação muito criteriosa).


Mas em resumo a pratica reiki não pertence a uma ordem religiosa, apesar de ter sido criada por um monge, o reiki compreende a energia universal como um todo, e em polaridades positivas e negativas, como uma bateria, que deve estar bem ajustada para que não haja desequilíbrio. Por isso se entregue a experiência terapêutica sem medo do pecado, ou medo de ter que pertencer a uma ordem religiosa, esteja aberto para receber amor, conforto, tranquilidade em meio a todo o caos do mundo moderno.


COMO FUNCIONA


O objetivo da imposição de mãos é manipular as energias para canalizá-las nos centros de força do corpo (os Chakras) localizados em determinados locais do corpo, como por exemplo: Glândulas suprarrenais, bexiga, diafragma, o pâncreas, o fígado, o estômago, timo, coração, garganta, glândulas tireoide e paratireoide e mais.


Desta forma, durante uma sessão de Reiki, o aplicador irá impor as mãos ou tocar suavemente em algumas partes do corpo, tais como: Cabeça, mãos, pés, abdômen, pernas e tórax.

Toda sessão é realizada de acordo com princípios éticos, sempre mantendo o extremo respeito e sigilo quanto a quem será atendido e o motivo que o levou a escolher técnica.


Durante a sessão de Reiki não é necessário uso de roupas especiais e muito menos que você as retire. O único requisito é não usar a cor preta.


Não há uma única pessoa que saia de uma sessão reiki, sem sentir-se leve, aliviado e com bons pensamentos, criativo, organizado e lucido. É uma experiência que vale a pena em cada segundo que se passa por ela e depois também, pois a tranquilidade do seu estado de equilíbrio se estende por consequência, até suas relações familiares, de trabalho, amistosas e amorosas, tornando o dia-dia mais leve. Se dê esse momento de paz!


Para finalizar fica o bom conselho do mestre Usui:

Apenas por hoje, não se Irrite

Apenas por hoje, não se preocupe

Apenas por hoje, seja grato

Apenas por hoje, trabalhe com afinco


Fonte: Mariana Carlyzie para a Coluna Karoline Farias Portal NotiSerraSC. Publicada em 3 de setembro de 2019


Reiki em Curitiba? Aqui no Labdespertar temos uma terapeuta filiada extremamente capacitada. Confira o perfil completo da Patricia Rodrigues e agende a sua sessão. Informações e WhatsApp: (41) 9668-5648 | http://labdespertar.com.br/patriciarodrigues


10 visualizações

Para esclarecimento de dúvidas  sobre serviços entrar em contato diretamente com as empresas e  profissionais filiados!

Labdespertar

CURITIBA - PARANÁ - BRASIL

WhatsApp 41 - 9.9925-9192

  • Facebook Page Labdespertar
  • Instagram Labdespertar
  • Comunidade LABtantra

©© 2017 Labdespertar.com.br

 CNPJ 20.997.273/0001-60.

O conteúdo deste  site é de domínio público, não há necessidade de pedir a nossa permissão para o compartilhamento de informações. Acreditamos que a promoção do bem-estar e da qualidade de vida em prol do desenvolvimento humano é de utilidade pública. Mas é claro que ficaremos gratos se você citar, creditar o conteúdo com link para o nosso site ou outros canais de comunicação Labdespertar.